Segunda-feira, 16 de Abril de 2012

Serra da Estrela


na serra zumbem as sensações,
o cheiro, o vento e o respirar
cada vez mais fundo
que ao longe se consegue estender.

na tua noite, ó serra
a aragem é companhia
as sombras a nossa alegoria,
que a luz das estrelas nos desfaz no caminho.

dos pastores rezam os sorrisos
do leite morno pela manhã,
nos chocalhos contados à tardinha
das ovelhas de nosso senhor.

acaricia-me nesse ar onde 
o zimbro tem o limite
a urze é a cor
e as pedras a memória do sentir.

publicado por nomeoriginal às 23:58

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. abraço ao vento

. Serra da Estrela

. lisboa

. homens e mulheres

. estrelas

. eu ou

. covão da mulher

. distancia

. v e n t o

. sem nome

.arquivos

. Julho 2012

. Abril 2012

. Julho 2011

. Novembro 2009

. Novembro 2008

. Maio 2008

. Julho 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.links

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds